Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
01/03/2015 06h25
MEMÓRIAS DE AGUINHAS - Uma antiga descrição de Aguinhas

SUMÁRIO


Introdução

Abaixo vai uma romântica descrição de Lambari, datada do início do Século XX, e bem assim algumas referências a nossa cidade, feitas por insignes autores.

Vamos lá.

Voltar


Uma antiga descrição de Aguinhas

 Um antigo narrador de Aguinhas assim a descreveu (com a ortografia da época):


Encantadora e pitoresca, engastada como fascinante esmeralda no largo seio de risonha bacia, poisa a Vila, toda emmoldurada de graciosas colinas, relvadas e planturosas, que se alteiam no Valle e descem por suaves curvas de nível a se abeberar nas águas frescas e maravilhosas do Mombuca, correndo-lhe ao norte, direcção oeste-leste, e do São Simão deslisando ao sul, direcção sud-oeste-léste.

A natureza ao formar-se ali andava certamente a brincar. É um raro e lindo pedaço de terra sob um lindíssimo pedaço de céu.

Abrigada pela Serra da Campanha que a protege das fortes correntes atmosphericas, em cujo dorso se attingem, com 40 minutos de cavallo, culmiancias de 200 a 1.300 metros, está collocado na altitude media de 930 metros acima do nível do mar.

As colinas do Sertãozinho, o Pico do Morro Sellado, e, ao longe, as montanhas de Conceição do Rio Verde lhe dão uma variedade de tons e de cores, formando, em uma harmonia deliciosa, um grande quadro deslumbrante e idealmente poético. É como uma linda marca mollemente reclinada em uma tape de flores, e que se espelha, sonhando, nas águas do Mombuca e no placido lago.

Sitio sub-alpestre florestado e aprazível, revestido de extensos pinheiraes, a atmosphera que o envolve é aseptica, ozonificada, tonica e vivificante. Sente-se o saneamento do pulmão e a vida neste pouso dá saúde e dá alegria: vive-se em um grande banho de luz, em um ambiente puro com um clima suave e acariciador. A grande altitude lhe dá o ar puro e ameno das montanhas, cuja topographia em comeros successivos permitte o rápido escoamento das águas pluviaes, na estação das chuvas. Devido á sua exposição ao sol, á intensa luminosidade, e prompto e quase immediato o dessecamento das terras, concorrendo com sua temperatura fresca para dotal-a de clima maravilhoso, merecidamente reputado como excepcional.

Com as primeiras chuvaradas de Setembro os campos recomeçam a reverdecer e então a payzagem se torna alegre e risonha. Neste clima se encontram todas as condições exigidas pelos mais notáveis hygienistas para a vivificação geral do liquido por excellencia vivo e nobre, que é o sangue, d’onde o levantamento das forças orgânicas e vitaes.

A exposição topographica permite franca e poderosa irradiação solar, quebrados todos os excessos de calor e suavisada a crueza da luz no revestimento florestal absorvente a extender-se de todos os lados, farfalhante, sonoroso e fresco. A temperatura média é de 19º. As noites calmas e frescas, sem barulho e sem mosquitos. Residência de verão das mais procuradas, casando o conforto d’um centro civilisado á salutar simplicidade campesina. É um centro escolhido por quantos querem respouso para o espírito e allivio aos seus soffrimentos.

 (Extraído de CAPRI, Roberto. Águas Virtuosas de Lambary. São Paulo : Pokay & Comp., 1918.)

Voltar


Palavras de Coelho Neto

O escritor Coelho Neto, ilustre frequentador de Minas Gerais e amante de suas águas, que se referira a Belo Horizonte como a “cidade vergel”, a Aguinhas não exaltou menos, e dela disse:

Falo como quem veio a gemer e sai deste ameno vale a cantar... Aqui bebe-se a cura aos copos – a paisagem, o céu, as flores, o ar e a gente dando alegria ao espírito dos infelizes que aqui chegam, como eu cheguei sem ânimo. Volto outro! Ora viva Deus!

 (Extraido de MARTINS, Armindo. Lambari – cidade das águas virtuosas. Linográfica Rio Ltda, RJ - 2a. edição, 1971.)

  

Voltar


Palavras do poeta Vargas Neto

E Vargas Neto, poeta e sobrinho de Getúlio Vargas, que aqui fazia suas estações de águas, de Aguinhas assim disse:

 ... é nessa cidadezinha de cromo suíço, pousado num seio de montanhas como num côncavo da mão, tendo na frente o grande lago onde se mira o cassino imponente, que o tempo, como nos grandes homens, tira a juventude mas deixa a majestade, é lá onde o meu espírito descansa e o meu fígado se refaz.

 (Prefácio ao livro de C. Garden. Uma vilegiatura em Lambari. Empresa a Noite, RJ, s/d.)

 

Voltar


Palavras do Conde D'Eu

Sua Alteza, o Conde D’Eu, quando viajou por estas bandas, em companhia da Princesa Isabel, anotou, no dia 10.10.1868, em carta ao seu pai:

...os arredores daqui são encantadores para excursões a cavalo; os dias são de deliciosa primavera e dificilmente se encontra recanto mais bonito.

 E termina afirmando que a decantada Floresta Negra, com sua cadeia de montanhas que correm paralelas ao Reno, não é mais pitoresca do que o aprazível lugar em que se encontra.

 (O último Conde D’Eu – Alberto Rangel – págs. 198 a 203. Apud José Nicolau Mileo. Subsídios para a história de Lambari .Graficávila, Guaratinguetá,SP, 1a. edição, 1970.)


 Gastão de Orleans - O último Conde D'Eu - de Alberto Rangel

Voltar


 


Publicado por Guimaguinhas em 01/03/2015 às 06h25
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: