Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
15/04/2016 11h34
MEMÓRIAS DE AGUINHAS - O Grande Hotel

SUMÁRIO


Introdução

Vivaldi Leite Ribeiro (aqui) realizou grandes empreendimentos em Lambari, com destaque para o Hotel Imperial e o Grande Hotel. Foi ele também responsável pelo aterramento da vargem fronteiriça ao Hotel Ideal, bem como pela grande reformulação e obras nele realizadas.

O Hotel Imperial já foi objeto de posts no GUIMAGUINHAS (aqui) (aqui); hoje falaremos do Hotel Central.

Vamos lá.

Voltar


Grande Hotel

Como ocorrera com o Hotel Imperial, que foi fruto da reforma e ampliação do antigo Hotel Melo, em 1938, o Grande Hotel do mesmo modo surgiu em 1948 do antigo Hotel Grandinetti, que foi também reformado e ampliado.

E de igual modo como se fez no Imperial, parte da água consumida no Hotel Central vinha também diretamente canalizada da Chácara Floresta, mais conhecida por Chacara do Vivaldi, que fica ao pé das Serra das Águas, nos fundos do atual bairro Vista Verde.

O Grande Hotel foi inaugurado em maio de 1948, como se vê da propaganda abaixo:

Voltar


Reprodução: Jornal O Globo - 5, mai, 1948


Propaganda extraída do livro de Armindo Martins (Lambari, cidade das Águas Virtuosas, 1949).

Voltar


Com a proibição do jogo, no Governo Dutra, em 1945 e, a partir daí, o esvaziamento progressivo das estações de águas (aqui) e (aqui), as estâncias hidrominerais e seus hotéis entraram em grave crise. Em decorrência disso, o Hotel Imperial, em 1963, foi transformado em Condomínio, e o mesmo viria a ocorrer com o Grande Hotel, pouco depois.


 

Reprodução O Globo (2, dez, 1963 e 10, jul, 1963)


O Condomínio Grande Hotel, nos dias de hoje

Voltar


Biografia

Fonte: Ruas de Lambari, José N.Mileo, 1970

Voltar


Praça Vivaldi Leite Ribeiro

A praça fica defronte ao Hotel Imperial e sobre a cobertura do Rio Mumbuca, ambos empreendimentos de Vivaldi Ribeiro.

Voltar


Referências

  • MILÉO, José N. Ruas de Lambari. Guaratinguetá, SP : Graficávila, 1970.
  • MARTINS, Armindo. Lambari, cidade das Águas Virtuosas. 1949.
  • GoogleMaps
  • Jornal O Globo - Edição 5, maio, 1948; 2, dez, 1963 e 10, jul, 1963.

Voltar


Publicado por Guimaguinhas em 15/04/2016 às 11h34
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: