Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
09/10/2013 07h00
A Seleção em Aguinhas - Tostão vale milhões

Sumário


Introdução

Em post anterior, focalizamos Mário de Castro, o grande craque do Atlético Mineiro, que poderia ter sido o primeiro jogador mineiro a participar da Seleção Brasileira, mas recusou o convite (aqui).  

Hoje, falaremos de Tostão - o primeiro jogador de um clube mineiro a participar de uma Copa do Mundo. E tudo começou em Lambari, em 1966 (*), pois foram nos treinamentos da Seleção em nossa cidade e em Caxambu que Tostão começou a assegurar seu lugar na Copa da Inglaterra.

Voltar


 

Manga, no Rio, tomando o ônibus para Lambari (Reprodução do jornal Correio da Manhã,  de 13/04/1966)


Tostão em Lambari

Este Tostão vai render milhões em juros

(Otelo, O Globo, abril/1966)

Enquanto os convocados do Rio de Janeiro seguiram para Lambari de ônibus, Tostão chegou a Lambari em 12 de abril, na companhia do goleiro Fábio, numa Kombi da Federação Mineira de Futebol (FMF), e logo se tornou, ao lado de Pelé, uma das figuras mais requisitadas do elenco canarinho, à vista das enormes caravanas de torcedores de Belo Horizonte que seguidamente iam a Lambari.

O jovem cruzeirense, então com 19 anos, ficou hospedado no Hotel Itaici no mesmo quarto de Alcino e Nado, e era chamado pelos colegas por Fernandel, um dos muitos apelidos que Garrincha lhe pespegara. E logo vieram outros apelidos:  Rei dos dentes, esse dado pelos dentistas da CBF, que consideraram seus dentes os melhores de todos os jogadores convocados, e Craque-dinheiro (tostão).

Foi com moedas de 100 réis azuis, num fundo branco (cores do Cruzeiro), que Otelo ilustrou a camisa do craque, na impagável caricatura abaixo, publicada em abril de 1966

 (Reproduzido de O Globo, abril de 1966, coluna Penalty, por Otelo)



Célio, Tostão e Edu, em treino da Seleção em Lambari, abril de 1966.

Voltar


O primeiro jogador de um clube mineiro vai à Copa

TOSTÃO - A torcida do Atlético também quer  você em Londres.

Faixa com TOSTÃO escrito em azul e o restante em preto, com que torcedores mineiros receberam o jogador, no Aeroporto da Pampulha, pouco antes da Copa de 66


Durante os treinamentos da Seleção, houve dois amistosos (contra o Cruzeiro, em 28/04/66, e o Atlético, em 1/05/66), nos quais Tostão marcou gols. Ele também participou de 2 jogos-treino pela Seleção, nos quais atuou muito bem: em 18 de maio, 1 x 0 sobre o País de Gales, e em 5 de junho, 4 x 1 sobre a Polônia, partida em que marcou seu primeiro gol com a camisa da Seleção. Em 30 de junho de 1966, no amistoso contra a Suécia, em Gotemburgo, Tostão atuou pela primeira vez ao lado de Pelé, e marcou 2 gols na vitória por 3 a 2. Estava pavimentada a via do craque mineiro para a Copa de 66.

Na Inglaterra, Tostão participou do jogo Seleção contra a Hungria, em que o Brasil perdeu por 3 x 1. Apesar de ter feito o gol brasileiro e de ter sido o melhor jogador em campo, ele não participou da partida seguinte, contra Portugal. O Brasil foi novamente derrotado e acabou fora do torneio, pois no dia seguinte a Hungria bateu a Bulgária e eliminou o escrete verde-amarelo.

Voltar


Gols de Tostão no Youtube, em 1966:

  • Jogo treino contra a Suécia, em 30/06/66, aqui
  • Jogo contra a Hungria, na Copa de 1966, aqui
  • Jogo contra o Santos, na Taça Brasil de 1966, aqui

Voltar


Filme: Tostão, a Fera de Ouro

Tinha consciência de que jogava um bom futebol, mas em relação ao Pelé havia uma distância enorme. (Tostão)

O documentário Tostão, a Fera de Ouro, rodado em 1969, durante as eliminatórias da Copa do Mundo de 1970, e dirigido pelos mineiros Paulo Leander e Ricardo Gomes Leite (1948-1987), com trilha sonora de Mílton Nascimento e Fernando Brant e roteiro do escritor Roberto Drummond (1933-2002), foi recentemente resgatado e apresentado no festival CINEfoot, no Cine Humberto Mauro.

 Veja este vídeo do Youtube, aqui

Fonte: Veja MG, 26/06/2013.

Voltar


O craque se torna cronista

O hoje colunista Tostão pode ser lido na Folha de S. Paulo, aqui

 Comentários sobre seu livro de crônicas - A perfeição não existe - podem ser vistos aqui

Voltar


Entrevista

Uma entrevista de Tostão, com diversas fotos, pode ser vista aqui

Voltar


Cruzeiro - Campeão Brasileiro de 1966

Em 1966, após vencer duas vezes o grande time do Santos dos anos 1960, o Cruzeiro conquistou a Taça Brasil (que correspondia ao Campeonato Brasileiro da época), tornando-se o primeiro clube mineiro a conquistar um título nacional. A primeira partida da final, em Belo Horizonte, o Cruzeiro venceu por 6 x 2. No jogo de volta, em São Paulo, o time mineiro terminou o primeiro tempo perdendo por 2 x 0, mas virou o placar: 3 x 2. Nesse jogo, Tostão perdeu um pênalti, mas se redimiu marcando um gol de falta, aos 18 minutos do segundo tempo.

Fonte: Wikipedia

Voltar


(*) Sobre a estadia e os treinos da Seleção de 1966 em Lambari, já falamos diversas vezes aqui neste espaço virtual. Veja os links que estão ao pé da página deste post (aqui).


Fontes: Correio da Manhã, 13/04/1966; O Globo, abril de 1966 (Coluna Penalty, por Otelo); Hoje em Dia, 29/03/2010; Veja MG. 26/06/2013; CBF; Youtube; Site Oficial do Cruzeiro

Colaboração: André Gesualdi

A coluna Penalty, por Otelo, o Caçador, foi publicada no jornal O Globo, de 1953 a 1985, com notícias, piadas e charges sobre futebol.

 

 

 

 


Publicado por Guimaguinhas em 09/10/2013 às 07h00
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: