Guimagüinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
14/05/2018 16h17
MEMÓRIAS DE AGUINHAS - O Pavilhão das Fontes de Águas Virtuosas

Ilustração: Recorte propaganda do Rotary Club de Lambari (Distrito 456) - Anos 1970 - Tipografia Castro


SUMÁRIO


Apresentação

Neste post, vamos examinar aspectos dos pavilhões das fontes de nossas águas virtuosas, a começar dos anos 1865, até datas mais recentes.

Vamos lá.

Voltar


O pavilhão das fontes em 1865

Em 1834, os poços das duas nascentes de águas minerais não possuíam nenhuma proteção e se localizavam em um largo denominado Largo da Fonte. 

Na segunda metade da década de 1860, o Largo da Fonte foi reformado e melhorado, e as duas nascentes foram reunidas em um único poço, abrigado em prédio ladrilhado, coberto de telhas e protegido por grades de ferro. 

Em 1888, quando Garção Stockler era o concessionário das águas, a então chamada Praça dos Poços foi cercada com grades de ferros e o balneário foi reformado e posto em funcionamento. A partir daí passou o complexo passou a ser denominado de Parque das Águas (aqui

 Pavilhão protetor do poço da água (ano 1865) [2]


 Aspecto do pavilhão das fontes (anos 1900)

Voltar


Em 1906, após as obras de captação e separação das águas (veja aqui), o pavilhão das fontes recebeu a clássica cobertura de ferro que durou até os anos 1960, quando da reforma feita pela Hidrominas.

Postal dos anos 1900, com o novo pavilhão das fontes

Postal colorido - fontes - anos 1900

Voltar


As fontes em 1906 - João Gomes d'Almeida

É de João Gomes d'Almeida/João Gomes de Almeida Filho, os principais fotógrafos de Águas Virtuosas de Lambary, de quem já falamos aqui, aqui e aqui, esta bela foto datada de 1906:

As fontes em 1906

Voltar


As fontes em 1911 - Américo Werneck

Aspecto das fontes das águas minerais quando da inauguração das obras fundadoras de Aguas Virtuosas de Lambary, que contou com a presença de diversas autoridades da República, entre elas o presidente Hermes Fonseca (aqui, aqui e aqui), 


Os planos de Werneck para o Pavilhão das Fontes

Conforme anotamos aqui, grande parte dos projetos de Américo Werneck para a estância de Águas Virtuosas de Lambary não foi realizada. Como este pavilhão das fontes: 

Detalhe portal do Pavilhão das Fontes

Projeto novo Pavilhão das Fontes


As fontes em 1955 - Visita do Núncio Apostólico

Em junho de 1955, a cidade de Lambari sediou um grande evento da Igreja Particular da campanha: O Congresso Eucarístico Diocesano e dentro dele a solene Sagração da Nova Matriz, a terceira dedicada à Senhora da Saúde, Padroeira do Município, da Cidade e da Paróquia de Lambari.(aqui)

O Núncio Dom Rodrigo Lombardi e autoridades eclesiásticas bebem as águas virtuosas em 1955


Aspecto das fontes nos anos 1950

Propaganda das águas de Lambari dos anos 1950 (presume-se que essa criança seja o lambariense Edmar Bacha, economista e membro da ABL (veja aqui)


As fontes nos anos 1960

Conforme já contamos aqui, no início dos anos 1960, o Parque das Águas estava sob a direção da estatal Hidrominas, e então o pavilhão construído quando da captação das águas, corroído pelo tempo, e imprestável, veio a ser substituído e o parque totalmente reformado.


Na foto acima, dos anos 1960, ao fundo, podem ser vistos

  • mural, ilustrando os passeios de Lambari, e 
  • guardador de copos,

que foram retirados quando das obras de reforma do Parque das Águas, nos anos 1980.

Fonte: [3] 


 

Voltar


As fontes nos anos 1970

Aspectos das fontes nos anos 1970

As fontes em 1971 (Reprodução Revista Petrobras)


As fontes nos anos 1980

Capa da revista A Cigarra de março de 1989

Revista A Cigarra - mar/89 - Reprodução


Aspecto recente das fontes

Atualmente, as fontes preservaram as bicas com formato de peixes e foram revestidas de aço inoxidável.

Voltar


Referências

[1] Site Guimaguinhas - Série O PARQUE DAS ÁGUAS: aqui

[2] MILÉO, José Nicolau. Subsídios para a história de Lambari. Guaratinguetá, SP : Graficávila, 1a. edição, 1970

[3] CARROZZO, João. Lambari, outrora "Cidade de Águas Virtuosas da Campanha. Piracicaba, SP, 1985, 3a. edição

  • Revista Fon Fon nº 19, de 1911 - bn.digital.gov.br
  • Revista Petrobrás/1971
  • Revista A Cigarra - mar/89
  • Museu Américo Werneck - Lambari, MG

Voltar


 


Publicado por Guimaguinhas em 14/05/2018 às 16h17
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

As Águas Virtuosas de Lambari e a devoção a N... R$1,00
Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: