Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


EVANGELHO E ESPIRITISMO (4) O Perdão e a Cura

O Perdão e a Cura
 
No livro Os Curadores do Senhor, há uma cena em que o personagem Paulus, que é o espírito-médico que realiza operações espirituais através da médium protagonista do romance, narra como se deu sua conversão aos trabalhos do Senhor. Nessa passagem, o mentor espiritual propõe a Saulus um programa de serviços e alude a uma história vinda da tradição Cristã. A transcrição do texto vai logo abaixo.

Um parêntese: Essa história eu a recriei com base não sei exatamente em que passagem de livro, ou artigo, ou palestra, visto não eu não ter conseguido localizar a anotação que a inspirou. Mas deixo esse fato aqui registrado.

Voltando à história, digo que o texto nos faz refletir sobre a importância do perdão para a cura dos males do espírito, e nele também está implícita a necessidade do autoperdão, sem o que nunca conseguiremos alcançar paz e equilíbrio interior.

E a lição imortal que nos fica é que o Apóstolo Pedro, cujo potencial energético já fora registrado em outras passagens do Evangelho (ii), só alcança o máximo do seu poder curador quando pratica um grandioso ato de perdão. E esse gesto sublime vai transformá-lo num dos maiores d' 
Os Curadores do Senhor. 
(i)

Boa reflexão.

Guima

 
Paulus, durante séculos, desde o Antigo Egito, tu vens trabalhando e desenvolvendo o talento da medicina, mas nem sempre utilizaste esse dom de Deus em benefício dos outros e muitas vezes foste mesmo dele um mercenário. Mas nessa última encarnação soubeste fazê-lo, de maneira desinteressada e evangélica. Agora terás nova oportunidade de ajustar-se com Ocea e Adelfo. Mas antes é necessário que te livres do ódio que carregas há tanto tempo – é preciso que os perdoe, e não apenas com palavras. Pois se fores capaz de perdoá-los realmente do fundo do coração terás conquistado a oportunidade de usar os dons curadores que desenvolveste como nunca o pudeste antes fazê-lo. É preciso que te decidas! Mas antes vou contar-te pequena história do Cristianismo Primitivo, que corre aqui nas tradições do Mundo Maior.
 
No livro de Atos [1] o apóstolo Lucas narra como, algum tempo depois do drama do Calvário, Pedro e outros discípulos de Jesus fundaram a Casa do Caminho, a primeira comunidade cristã, profundamente inspirada nos ensinos do Sublime Amigo. Lá eram atendidos, com extremado amor e desinteresse, todos os necessitados do corpo e da alma, sem distinção.
 
Certo dia, chega a Pedro notícia de que Nathan, antigo e poderoso membro do Sinédrio, um dos mais obstinados acusadores do Cristo, batia à porta, pedindo ajuda. Tendo contraído lepra, o desgraçado fora escorraçado pela família e abandonado pelos amigos da sociedade e do poder, ficara pobre e adoecera, e jazia agora numa humilde maca improvisada. A única pessoa que lhe restara fora um velho escravo, que o carregava de um lado para outro, pedindo esmolas e comida.
 
Contudo, Pedro se recusa a atendê-lo.
 
Reza a tradição que nesse instante Jesus aparece a Pedro e manda que ele atenda ao doente. Pedro, mesmo assim, no seu estilo rude e sincero, se recusa terminantemente, e responde a Jesus:
 
− Senhor, atender a esse Nathan, não. Qualquer um, Senhor, menos ele!
− Pedro, disse Jesus, recorde-se que o perdão é um dos meus mais importantes ensinamentos. Dê assistência ao necessitado.
− Mas... Mestre!... esse homem é aquele... é o mesmo Nathan, seu dissimulado e vingativo acusador do Sinédrio...
− Por isso mesmo, Pedro. Atenda-o, porque os sãos não necessitam de médico!
 
Estimulado pelo grandioso impulso amorável de Jesus, Pedro aquiesceu. E indo até o enfermo, impôs-lhe as mãos e orou. Servindo de instrumento ao magnetismo dos Espíritos Celestes, e do próprio Jesus, Pedro intermediou a cura de Nathan. Após ter sido curado, um novo discípulo do Caminho passou a viver e trabalhar, humildemente, na Casa, transitando pela dura via da redenção espiritual e servindo outras pessoas mais necessitadas do que ele.

Depois desse episódio, os dons de cura do apóstolo Pedro centuplicaram. Registra o livro de
Atos [2] que muitos eram os doentes que procuravam ajuda na Casa do Caminho, e os que não podiam ser atendidos eram postos pelos familiares à passagem de Pedro, e – tocados pela sua sombra – se curavam...
 
 

(1) Atos 2 : 42,47 e 4 : 32-35.
(2) 
 Atos 5 : 12,16.

(i) Os Curadores do Senhor, ainda inédito, será o terceiro livro da coletânea HISTÓRIAS DE AGUINHAS. Uma resenha da história pode ser vista neste link:

http://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/visualizar.php?idt=4268569

(ii) A cura do coxo de nascença (Atos 3, 1-10); A transfiguração no Tabor (Mc 9, 2-9); e cura da filha de Jairo (Mc 5, 21, 35 a 42)


(*) Imagem de abertura: capa do livro São Pedro Apóstolo, de William Thomas Walsh, Editora Civilização.

 

Guimaguinhas
Enviado por Guimaguinhas em 27/06/2013
Alterado em 30/03/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: