Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


EVANGELHO E ESPIRITISMO (16) - Vocabulário de Termos Espíritas
Alma: O Espírito encarnado no corpo. Apresenta-se sempre com seu envoltório fluídico (perispírito).

Espíritos:  Seres inteligentes da Criação, que povoam o Universo, fora do mundo material, e constituem o mundo invisível.

Espírito: Ser desencarnado, e vivo no plano espiritual (alma+ perispírito). Também assim se pode expressar: - Homem vivo = homem encarnado. - Homem morto = homem desencarnado.

Individualidade: É o ser, o Espírito, no qual está a memória integral.

Personalidade: É o ser numa etapa encarnatória, na qual possui somente memória parcial de suas vidas sucessivas como Espírito imortal.

Acaso: Casualidade; acontecimento imprevisto; fato não determinado; contingência; acontecimento casual ou acidental. O acaso não exclui o princípio da causalidade.

Carma: [Do sânscrito karmam, ação. Filofia hindu.]. Conjunto das ações do homem e suas consequências, quer negativas, quer positivas. No Espiritismo, adota-se o conceito de que a cada uma será dado conforme suas obras (Causa e Efeito ou Ação e Reação).

Cármico: Relativo ao Carma, situação do homem diante da Justiça Divina; consequência dos atos humanos; na Natureza não há castigo nem recompensa, mas consequência.

Destino: (1) Fatalidade; predestinação; determinismo total ou parcial. 
(2) Diz-se da sucessão de fatos, que podem ou não ocorrer, e que constituem a vida do homem, considerados como resultantes de causas independentes de sua vontade, como sorte, azar, fado, fortuna; por extensão: aquilo que acontedrá a alguém, futuro. 
​3) Mas o que se chama de destino, geralmente, é o resultado do que fez a alguém, da programação de vida que elaborou para si mesmo para a sua existência terrena.

Determinismo: Princípio que leva os efeitos a terem uma causa e, por isso, as mesmas causas produzirem seus efeitos, o que implica a existência de leis universais que regem causas e efeitos. O determinismo é sempre relativo e jamais deve ser confundido com fatalismo.

Fatalidade: Coisa a que não se pode furtar.

Fatalismo: Proposição de que tudo se encontra determinado, sendo o homem um joguete de seu destino. O Espiritismo não aceita o fatalismo.

Livre-arbítrio: Livre escolha; faculdade de a pessoa disor como quiser da própria vida. Para Kardec: Liberdade moral do homem; faculdade que ele tem de se guiar segundo sua vontade na realização de seus atos.

 
Veja também
Vocabulário de Termos da Mediunidade - (aqui)

​Referências

Abigail [Mediunidade e redenção]. Antônio Lobo Guimarães - Belo Horizonte : Edição do Autor, 2009.
Moderno Dicionário Espírita. Antonio Espechit - Belo Horizonte : DGF Edições, 1987.
Dicionário de Filosofia Espírita. L. Palhano Jr. - Rio de Janeiro : Edições CELD, 1997.

Guimaguinhas
Enviado por Guimaguinhas em 09/03/2015
Alterado em 31/10/2015
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: