Guimaguinhas
Memórias familiares e da minha cidade natal
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Meu Diário
24/07/2013 08h56
Memórias de Aguinhas (12) - A televisão em Aguinhas
Na narrativa Televizinhos, incluída no livro Menino-Serelepe*, eu conto a experiência do menino com o surgimento da TV em Lambari.
 
E começo falando sobre os responsáveis por essa (quase) epopeia:

Televisão foi coisa demorada e custosa, que só surgiu em Aguinhas em 1960, pelas mãos do Jairo Ferreira (da Casa Ferreira, que vendeu as primeiras TVs em Aguinhas), Benedito Garcia, Vadinho Biaso e Tião Ferreira.


Sputnik de 11/09/1960 comentava o sucesso da TV em Lambari


Em agosto de 1960, o Sputnik publica propaganda das primeiras TVs vendidas em Lambari


E no número seguinte o Sputnik  anuncia que logo teríamos um "técnico de TV"


Depois, prossigo falando do "espanto" do meu avô com a novidade:

Pai Véio assistiu à televisão, pela primeira vez, nesse seu vizinho e exclamou: — O povo não tem mais o que inventá! Isso é coisa doutromundo! Mas ficou fã da novidade, e, quando pôde, tratou de comprar a sua e não perdia jornal nem telenovela. E o rádio, vô? E o Herói do Sertão? E O Direito de Nascer? a gente perguntava. No rádio, agora, só moda de viola, ele tornava num sorriso largo. (Psschiuuuu! Num vê que o homi tá falando? Pai Veio bradava quando a gente ficava conversando na hora do telejornal.)

E num outro post, registrei que "minha primeira TV" foi a do Hotel Rezende e que não podíamos fazer barulho na hora do Repórter Esso, e também
 
que eu mantinha sob controle, na ponta da língua, a programação dos desenhos, das séries e dos filmes que a turma não podia perder. Quem chegava cedo, pegava os melhores assentos, é claro, e ficava lá esperando que a imagem do indiozinho da TV Tupi desse lugar ao início da programação.
 
Pois bem, hoje, com a internet e o Youtube é possível resgatar essas duas preciosidades. Confiram os links abaixo:

E, no livro, concluo essa narrativa sobre a TV em Lambari nos anos 1960, perguntando:

Quando você lê — ou ouve — o que vai abaixo, o que vem na memória?
 
— No velho oeste ele nasceu e entre bravos se criou...
— Simca Chambord e o cão Lobo...
— Ben, Adam, Hoss e Joe Cartwright…
— David Vicent os viu...
— Está na hora de dormir, não espere mamãe mandar...
— Adam West e Burt Ward
— Almirante Nelson e Comandante Crane
— O trio mais biruta da tela nos divertirá hoje...
— Don Diego de La Vega
— Não adianta bater, eu não deixo você entrar...
— Telecath Montilla e Ted Boy Marino
— Ele!
— Olha lá, olha lá, olha lá! No Placarrr!
 

Alguns desses programas, como Os Três Patetas, O Vigilante Rodoviário, Bonanza, Batman, Os Invasores, Viagem Submarina, são hoje reprisados na TV paga.

Pra matar saudades:


          

                                    

Reprodução


   Bem, agora, um minuto pro comercial: 


Sobre o cinema em Lambari, nos anos 1960, leia:

1) A vingança de Ben-Hur

2) Cine ABI


(*) O livro Menino-Serelepe - Um antigo menino levado contando vantagem, trata-se de uma ficção baseada em fatos reais da vida do autor, numa cidadezinha do interior de Minas Gerais, nos anos 1960.

O livro é de autoria de Antônio Lobo Guimarães, pseudônimo com que Antônio Carlos Guimarães (Guima, de Aguinhas) assina a série MEMÓRIAS DE AGUINHAS. Veja acima o tópico Livros à Venda.

 

 


Publicado por Guimaguinhas em 24/07/2013 às 08h56
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.

Os Curadores do Senhor R$20,00
Abigail [Mediunidade e redenção] R$20,00
Menino-Serelepe R$20,00
Site do Escritor criado por Recanto das Letras

Formas de interação com o site GUIMAGUINHAS

- Contato com o site - clique o link e envie sua mensagemhttp://www.guimaguinhas.prosaeverso.net/contato.php

- Contato com o autor - envie mensagem para este e-mail: historiasdeaguinhas@gmail.com

- Postar comentários sobre textos do site - utilize esta ferramenta que está ao pé do textoComentar/Ver comentários 

- Enviar textos: utilize acima: